jusbrasil.com.br
10 de Abril de 2020

Talento Não É Tudo!

“ O problema é que esperamos resultados diferentes enquanto fazemos, sempre, as mesmas coisas”

Edgar Figueiredo Siebra, Advogado
há 2 meses

  Eu nunca me considerei talentoso em alguma coisa, sempre tive dificuldade nas diversas atividade em que busquei desenvolver.

  No colégio eu passava horas e horas tentando assimilar conteúdos que pareciam que não se consolidavam na minha mente, enquanto alguns de meus colegas com uma simples leitura rápida do material didático, captava quase que magicalmente tudo que liam.

  Na faculdade de direito que cursei, as inúmeras leis, artigos, informativos e conteúdos jurídicos se apresentavam como barreiras intransponíveis para a mente humana, ainda mais em relação a mim que sempre tive dificuldade em assimilar informações.

  Na minha pós-graduação, o linguajar carregado e técnico, as normas infindáveis da ABNT, junto com a obrigação da entrega do trabalho de conclusão da especialização em prazo exíguo, pareciam barreiras inabaláveis.

  Hoje como advogado especialista em direito processual civil paro e penso:

como eu consegui chegar aonde estou com todas essas dificuldades?

  De todas as habilidades que me faltaram uma sempre esteve comigo.

  A perseverança atrelada à resiliência de não desistir dos meus propósitos, me manteve motivado a continuar insistindo naquilo que aparentemente não poderia ser superado.

 Carlos Drummond de Andrade certa vez discorreu em sua literatura que:

“No meio do caminho tinha uma pedra

Tinha uma pedra no meio do caminho

Tinha uma pedra

No meio do caminho tinha uma pedra”

  Sempre li esse poema olhando para pedra e a imaginando.

  Até que um dia eu percebi.

  “Tinha uma pedra no meio do caminho”, o tempo verbal está no passado!

  Drummonde narra um fato que já superou!

  A vida segue nesse fluxo, passamos por momento em que parece que estamos no fundo do poço.

  Mas aí quando chegamos ao fundo, só existirá um caminho a ser seguido e este não será para baixo...

  Voltando à minha narrativa, mesmo que os obstáculos parecessem instransponíveis o poder do hábito se atrelado à um bom comportamento, pode modificar toda uma vida.

  Por que será que as pessoas mais “talentosas” nem sempre são aquelas de maior sucesso em suas carreiras?

  John C. Maxell explica bem essa situação:

“LEVANTAR VOO NÃO É SUFICIENTE, DEVE-SE CONTINUAR VOANDO”

  Todos possuímos algum talento, mesmo que não saibamos disso.

   Encontrá-lo e, ainda mais importante, desenvolvê-lo é um ponto essencial na caminhada rumo ao sucesso.

Para se maximizar talentos deve-se observar que:

  • Acreditar estimular seu talento
  • A paixão fortalece seu talento
  • A iniciativa põe seu talento em ação
  • O foco direciona seu talento
  • A preparação posiciona seu talento
  • A prática aguça seu talento
  • A perseverança sustenta seu talento
  • A coragem testa seu talento
  • Ser receptivo expande seu talento
  • O caráter protege seu talento
  • Os relacionamento influenciam seu talento
  • A responsabilidade fortalece seu talento

  Quando se atrela um bom hábito com uma afinidade (talento) que possuímos, estaremos numa situação semelhante a que um amigo me falara:

“ escolha o trabalho que você ama e nunca mais terá que trabalhar um dia na sua vida”

REFERÊNCIA:

Talento Não E Tudo, por John C. Maxwell

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)